Arthur Virgílio se manifesta sobre saída de Doria da disputa presidencial
Reprodução/PSDB
Arthur Virgílio se manifesta sobre saída de Doria da disputa presidencial

O ex-prefeito de Manaus (AM), Arthur Virgílio (PSDB), afirmou que a desistência de João Doria (PSDB) , da disputa presidencial anunciada nesta segunda-feira (23), foi "uma atitude equivocada do partido". 

“O que aconteceu com o Doria foi uma atitude equivocada do partido. O Doria tinha uma oposição interna que não o deixava em paz. Então é difícil trabalhar assim, além de existir uma polarização entre Lula e Bolsonaro complicada de ser abatida", declarou Virgílio.

Arthur Virgílio disputou as prévias presidenciais do PSDB em novembro do ano passado, junto com João Doria e Eduardo Leite, ex-governador do Rio Grande do Sul. O ex-governador de São Paulo foi o escolhido como pré-candidato a presidência nas eleições internas do partido.

"Com a saída do Doria, em nome da dignidade do PSDB, me parece que as prévias devam ser arquivadas, retirada do estatuto do partido já que elas nada valem. Então, prévias nunca mais", disse o ex-prefeito. 

Em declarações enviadas ao iG por meio da assessoria, Arthur criticou o PSDB e diz que a legenda "enfrenta uma crise de identidade".

"O PSDB enfrenta uma crise de identidade, está com o tamanho menor do que imagina que tenha. Agora, se for lançar outro nome, que lance com convicção e com o compromisso de todos apoiarem”. 

Em novembro do ano passado surgiram rumores de que Eduardo Leite e membros do partido não haviam aceitado Doria como o pré-candidato à presidência pelo PSDB. Na época, Virgílio deu declarações afirmando que essas "briguinhas", só enfraqueciam o partido.

Desistência de João Doria

João Doria (PSDB), desistiu de sua candidatura por conta da falta de apoio político do partido. Em pronunciamento, na tarde desta segunda-feira (23), Doria afirmou que vai se retirar da disputa por acreditar que a cúpula do partido vai escolher um outro nome com mais aderência interna.

"Me retiro da disputa com o coração ferido, mas com a alma leve", disse Doria após se reunir com a cúpula do partido. O PSDB deve deliberar o apoio à senadora Simone Tebet (MDB) em reunião da executiva nesta terça-feira (24).

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.  Siga também o  perfil geral do Portal iG.

** Leticia Martins é estudante de jornalismo na Faculdade Cásper Líbero. É estagiária de Último Segundo, com foco em Hard News. Tem experiência em assessoria de imprensa, é fascinada em política e causas sociais. Certificada em missões urbanas, trabalha como voluntária em ONG´s que auxiliam refugiados no Brasil.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários