O presidente Jair Bolsonaro cumprimenta André Mendonça, logo após ele ter seu nome aprovado para o Supremo Tribunal Federal
Alan Santos/Presidência - 02.12.2021
O presidente Jair Bolsonaro cumprimenta André Mendonça, logo após ele ter seu nome aprovado para o Supremo Tribunal Federal

O presidente Jair Bolsonaro defendeu nesta sexta-feira o  ministro André Mendonça, do Supremo Tribunal Federal (STF), criticado por apoiadores do governo por ter votado pela condenação do deputado Daniel Silveira (PTB-RJ).

Bolsonaro disse que Mendonça, indicado por ele ao STF, é uma "pessoa de princípios" e que as pessoas ainda vão entender "o que realmente aconteceu naquela sessão".

"Ele foi criticado, bastante criticado, o voto dele. Mas aos poucos o pessoal vai entendendo o que realmente aconteceu naquela sessão. Pode ter certeza, o André Mendonça é uma pessoa de princípios, uma pessoa religiosa, família, conservador. Tem uma bagagem cultural enorme" disse Bolsonaro, em entrevista à rádio Metrópole, de Cuiabá (MT).

Após o julgamento,  Mendonça disse que não poderia "endossar comportamentos que incitam atos de violência" e afirmou ter "convicção" que o fez o correto.

Leia Também

Na semana passada, o STF condenou Daniel Silveira a oito anos e nove meses de prisão, por ameaças e incitação à violência contra ministros da Corte. A decisão foi tomada por 10 votos a um. O único voto contrário foi de Nunes Marques, também indicado por Bolsonaro.

Apesar de ter votado pela condenação, Mendonça não seguiu integralmente o voto do relator, Alexandre de Moraes. Ele defendeu uma pena menor, de dois anos de prisão, em regime aberto, mas acabou sendo vencido.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram  e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo. 



    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários