Milton Ribeiro negou irregularidades
Fabio Rodrigues-Pozzebom/ Agência Brasil - 17.03.2022
Milton Ribeiro negou irregularidades

O ex-ministro da Educação Milton Ribeiro prestou depoimento à Controladoria-Geral da União (CGU) nesta segunda-feira sobre as suspeitas envolvendo a atuação de dois pastores na intermediação de recursos do Ministério da Educação (MEC) para prefeituras em roca da cobrança da propina. Ribeiro negou irregularidades em sua gestão e disse desconhecer os supostos pedidos de propina envolvendo liberação de recursos da pasta.

O depoimento foi tomado por videoconferência e durou cerca de três horas. Apesar de a CGU ter concluído no mês passado uma investigação sobre o caso, Milton Ribeiro nunca havia sido ouvido. Só depois da revelação de denúncias pela imprensa sobre irregularidades na atuação dos pastores é que a CGU reabriu a apuração e decidiu ouvir o ex-ministro.

O advogado de Ribeiro, Luiz Carlos da Silva Neto, afirmou que ele dispensou ser acompanhado por seus advogados e disse que o ex-ministro é inocente das acusações envolvendo o MEC.

— Ele foi questionado sobre tudo, mas ele não estava falando na condição de investigado. Foi na condição de testemunha — afirmou Silva Neto.

Leia Também

Antes de ser exonerado do comando do MEC e após as denúncias virem à tona, o ex-ministro disse que pediu à CGU a investigação dos pastores Gilmar dos Santos e Arilton Moura por “ações não republicanas” em agosto de 2021. O pedido teria sido feito depois de o ministro receber uma denúncia anônima.

Após as revelações sobre as suspeitas de corrupção, a CGU chegou a divulgar uma nota em que informou ter recebido dois pedidos de investigação do Ministério da Educação em 27 de agosto de 2021: uma anônima, que tratava de possíveis irregularidades em eventos realizados pelo MEC; e outra sobre oferecimento de vantagem indevida, por parte de terceiros, para liberação de verbas no âmbito do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE).

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários