O ministro da Educação, Milton Ribeiro durante balanço do Enem 2021
Valter Campanato/Agência Brasil - 29/11/2021
O ministro da Educação, Milton Ribeiro durante balanço do Enem 2021

O procurador-geral da República Augusto Aras decidiu pedir ao Supremo Tribunal Federal (STF) a abertura de um inquérito para apurar suspeitas de crimes envolvendo o ministro da Educação Milton Ribeiro na liberação de verbas para prefeituras indicadas por dois pastores com trânsito no ministério .

O pedido deve ser enviado ainda nesta quarta-feira ao STF. Dentre as diligências previstas, Aras quer tomar o depoimento de prefeitos sobre suposto pedido de propina feito por um dos pastores, Arilton Moura, em troca de interceder na liberação de recursos pelo MEC. O procurador-geral também deve tentar obter cópia de gravações envolvendo o caso.

Diversas representações foram enviadas por parlamentares à Procuradoria-Geral da República (PGR) e ao STF apontando possíveis crimes de Milton Ribeiro, como o de advocacia administrativa, que é o patrocínio de interesses privados dentro da administração pública.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários