Malafaia publica ameaça a Alcolumbre e políticos do Amapá rebatem o pastor
Reprodução
Malafaia publica ameaça a Alcolumbre e políticos do Amapá rebatem o pastor

pastor evangélico Silas Malafaia postou em suas redes sociais, no início desta semana, uma ameaça ao  senador Davi Alcolumbre (DEM-AP) e provocou uma reação dos políticos da região contra o líder religioso.


As discussões envolvem a demora no agendamento da sabatina de André Mendonça - indicado do presidente Jair Bolsonaro (PL) à cadeira do Supremo Tribunal Federal (STF).

"UMA MENSAGEM PARA ALCOLUMBRE ! Todo o jogo sujo que você está fazendo contra André Mendonça, a resposta dos evangélicos será dada no voto em seu estado . AGUARDE !", escreveu o Malafaia em seu perfil no Twitter.

Leia Também

Em resposta, o deputado federal Pedro da Lua (PSC-AP) questionou Silas: "você acha mesmo que nosso povo vai trocar Davi Alcolumbre, que transformou o Amapá no estado que mais recebeu recursos federais, pelo senhor que não abriu mão nem de cobrar os cachês de suas pregações? Enquanto vossa senhoria tuíta, Davi Alcolumbre TRABALHA".

Pedro Filé Lourenço, secretário de Juventude do Amapá, disse que até aceita "um amapaense natural ou de coração palpitar sobre a nossa realidade. Mas um pastorzinho que se duvidar nem orar pelo Amapá ora, esse eu não aceito. E para de ser hipócrita, tu é igual a qualquer outro que defende um lado por pura conveniência. Vair orar, pastor".


Aline Gurgel (Republicanos-AP), deputada federal, reforçou que reconhece a importância de sabatinar Mendonça, "porém sua fala [a de Malafaia] retrata infelizmente a velha política, faz o que quero que você terá voto, não faça o que quero vc não terá voto dos evangélicos, o toma lá dá cá! Cristão não deve agir assim".

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários