PGR pede para STF apurar suposto crime de racismo da deputada Bia Kicis
Reprodução
PGR pede para STF apurar suposto crime de racismo da deputada Bia Kicis

A Procuradoria-Geral da República (PGR) pediu ao Supremo Tribunal Federal (STF), nesta quinta-feira (17), a abertura de um inquérito para apurar o suposto crime de racismo da  deputada federal Bia Kicis (PSL-DF).

Em setembro do ano passado, a deputada bolsonarista publicou nas redes sociais uma imagem de "blackface", que é uma prática racista, por meio da qual pessoas brancas pintam-se de negras para imitá-las de forma caricata, para criticar o processo seletivo em um programa de trainee exclusivo para negros, realizado pela Magazine Luiza.

A publicação da deputada foi ilustrada com fotos dos ex-ministros Sérgio Moro, da Justiça, e Luiz Henrique Mandetta, da Saúde, com os rostos pintados de preto. Na montagem, a publicação sobre os ex-ministros aparece acompanhada da frase "não está fácil para ninguém". Veja:


Segundo o vice-procurador-geral da República, Humberto Jacques de Medeiros, a conduta da deputada implica na prática de crimes resultantes de preconceito ou discriminação.

Leia Também

Leia Também

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários