Ex-juiz Sergio Moro em evento de filiação ao partido Podemos
Divulgação/ Sergio Lima
Ex-juiz Sergio Moro em evento de filiação ao partido Podemos

Gleisi Hoffmann, presidente do Partido dos Trabalhadores,  afirmou em entrevista à jornalista Camila Mattoso que a culpa dos problemas enfrentados pela Petrobrás possuem relação como  ex-juiz Sergio Moro (Podemos). Segundo a deputada federal, "ele [Moro] fragilizou a Petrobras e mudaram com essa ação dele a política de preço e desestruturam o marco regulatório do pré-sal".

Em resposta, o agora pré-candidato à presidência da República postou em suas redes sociais uma resposta a crítica da petista e disse que a estatal foi "saqueada durante o governo do PT com bilhões de dólares em prejuízo. A empresa quase quebrou".

Moro também afirmou que a fala de Gleisi é uma tentativa de "transformar bandidos em heróis e atribuir culpa a quem combateu o crime é estratégia para se alterar a verdade e inverter valores. Não vão enganar o povo brasileiro".


Segundo informações da Folha de S.Paulo, há uma ala dentro do PT que defende a ideia de atrelar a Sergio Moro a ideia de que a polícita de preços da Petrobras foi uma consequência dos atos políticos da Lava-Jato.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários