Randolfe afirma ter metade das assinaturas necessárias para criação da CPI do Orçamento Secreto
Jefferson Rudy/Agência Senado
Randolfe afirma ter metade das assinaturas necessárias para criação da CPI do Orçamento Secreto

senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), líder da oposição na Casa, afirmou ao jornalista Igor Gadelha que já possui metade das assinaturas necessárias para que se instaure uma CPI do Orçamento Secreto.

Para que a comissão seja aberta, é preciso que 27 senadores assinem o pedido do congressista. Até o momento, 14 colegas de Senado concordaram com o pedido de investigação e a expectativa de Rodrigues é acelerar na busca de apoios após a comitiva de parlamentares retornar da COP26 - Conferência sobre Mudanças Climáticas da Organização das Nações Unidas - ao Brasil.

O político amapaense iniciou as buscas na adesão sobre a nova investida contra o governo federal na última terça-feira (09). Sua intenção é investigar as chamadas emendas de relator, conhecidas como 'orçamento secreto' - e tidas como forma de cooptar parlamentares em importantes votações governistas.


Randolfe fora vice-presidente da CPI da Covid - que investigou a atuação do governo federal em meio a pandemia do novo coronavírus no país - e agora atua para abrir a próxima comissão parlamentar de inquérito pode voltar a mirar no Palácio do Planalto e incomodar o presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários