Senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP)
Divulgação/Agência Senado/Jefferson Rudy
Senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP)

O senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) nesta segunda-feira (01), protocolou um pedido para que o Ministério Público Federal apure o caso de  agressões sofridas por jornalistas brasileiros que acompanhavam Jair Bolsonaro (sem partido) na reunião do G20 na Itália no último domingo (31).

O senador publicou em sua conta no Twitter parte do protocolo enviado ao MPF com os dizeres: "Ainda sobre os ataques sofridos pelos jornalistas ontem por parte de Bolsonaro e seus capangas: acabamos de acionar o MPF para que abra inquérito e proceda ao ajuizamento de Ação Civil Pública. Além disso, estamos pedindo a aplicação de multa ao Presidente da República".

Randolfe alega que houve dano moral coletivo e ameaça à liberdade de imprensa.

“Não se deve ignorar o fato de que, dada a sua posição, o presidente da República tem um potencial de incentivo muito grande. Isso é, qualquer cidadão que apoie pretensões autoritárias pode se sentir convidado a externalizar, inclusive de modo violento, o seu ímpeto antidemocrático, como já relatado anteriormente. O abominável caso em tela agrava-se pelas condutas dos seguranças subordinados diretamente ao presidente da República que, após as agressões de Jair Bolsonaro, executam a ordem de afastar e agredir fisicamente os jornalistas”, argumenta o senador.

No último domingo,  agentes do Estado italiano agrediram jornalistas brasileiros que acompanhavam o passeio de Jair Bolsonaro em Roma. O presidente foi à Itália para participar de uma reunião da cúpula econômica do G-20 e durante sua visita ao país, passeou tranquilamente sem a máscara - descumprindo uma recomendação dada à toda população italiana até dezembro - na capital italiana.

Leia Também

Na sexta e no sábado, os passeios de Bolsonaro foram tumultuados mas pacíficos, porém no domingo agentes italianos socaram e empurraram a imprensa brasileira, causando revolta e repúdio de diversos veículos jornalísticos. Além disso, o presidente brasileiro também tratou com hostilidade os jornalistas.





    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários