Ministro do STF, Dias Toffoli
Rosinei Coutinho/ SCO/ STF
Ministro do STF, Dias Toffoli


O Supremo Tribunal Federal (STF) definiu quem será o relator da  ação apresentada pela Rede Sustentabilidade contra o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e, diferente de outras vezes, o processo não caiu nas mãos do ministro Alexandre de Moraes. Dessa vez, a relatoria ficará por conta do ministro Dias Toffoli.


Segundo a CNN Brasil, o processo em questão se refere aos ataques a jornalistas ocorridos no último fim de semana, em Roma, na Itália. Na ocasião, ao menos três profissionais da imprensa foram  agredidos com socos e empurrões por seguranças que acompanhavam o presidente e um foi intimidado.



Com isso, a Rede pede que a Presidência da República seja obrigada "a adotar, em caráter imediato, todos os meios necessários para assegurar o livre exercício da imprensa, bem como a integridade física de jornalistas e demais profissionais da mídia, durante a cobertura dos atos do presidente". O partido pede ainda que Bolsonaro seja impedido "de realizar ou de incentivar a realização de ataques verbais ou físicos à imprensa". Caso descumpra a determinação, a multa sugerida é de R$ 100 mil por ocorrência.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários