Rodrigo Pacheco, presidente do Senado Federal
Divulgação/Agência Senado/Jefferson Rudy
Rodrigo Pacheco, presidente do Senado Federal

O senador Renan Calheiros (MDB) entrou em uma articulação direta junto ao presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, para que ele seja vice do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) nas eleições de 2022. De acordo com a jornalista Bela Magale , do jornal O Globo , os dois conversaram sobre o assunto neste mês.

Segundo a publicação, senadores do PT com boa relação com Pacheco também o sondaram para saber se ele teria disposição para assumir o posto.

Renan diz que o fator que definirá a pessoa que ocupará o cargo de vice de Lula é o da pacificação, característica presente em Pacheco, na visão dele. Além disso, o presidente do Senado é de Minas Gerais, estado decisivo para a vitória na eleição presidencial.

Hoje, Pacheco anunciou oficialmente sua saída do DEM para se filiar ao PSD . A mudança de partido foi feita a convite do presidente nacional da sigla, o ex-ministro Gilberto Kassab, e abre caminho para que o senador concorra à Presidência em 2022.

Leia Também

Kassab defende publicamente a candidatura do senador como uma alternativa a Lula e ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

Pacheco, por outro lado, desconversou sobre uma possível candidatura e disse que sua "posição política em 2022 será decidida em 2022", acrescentando que não se permite "antecipar a discussão da eleição".

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários