Senador Rodrigo Pacheco (DEM-MG)
Agência Senado
Senador Rodrigo Pacheco (DEM-MG)

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco , anunciou oficialmente nesta sexta-feira que deixará o DEM para se filiar ao PSD. A mudança de partido foi feita a convite do presidente nacional da sigla, o ex-ministro Gilberto Kassab , e abre caminho para que o senador concorra à Presidência da República em 2022. Pacheco já havia anunciado a decisão a membros da executiva do DEM e do PSD na terça-feira, conforme noticiou o GLOBO.

"Comunico que, nesta data, tomei a decisão de me filiar ao PSD, a convite de seu presidente, Gilberto Kassab. Agradeço aos filiados, colegas e amigos do Democratas de Minas Gerais e de todo o país o período de convivência partidária saudável e respeitosa", escreveu Pacheco no Twitter.

Leia Também

Na terça-feira à noite, Pacheco conversou pessoalmente com o presidente nacional do DEM, ACM Neto, para informar de sua saída do partido. O cacique foi pego de surpresa, pois esperava que o senador seguisse para o União Brasil, legenda criada a partir da fusão com o PSL.

Pacheco também era contado para concorrer à Presidência pelo União Brasil, mas disputaria a indicação com outros possíveis candidatos, como o ex-ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta e o apresentador José Luiz Datena.

"Meus agradecimentos especiais ao presidente ACM Neto pela atenção a mim sempre dispensada e manifesto meus votos de sucesso ao recém-criado União Brasil, na pessoa de seu presidente, deputado Luciano Bivar", completou Pacheco no Twitter.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários