Presidente do PTB, Roberto Jefferson
Valter Campanato/ Agência Brasil
Presidente do PTB, Roberto Jefferson


Os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) já formaram maioria para rejeitar o pedido de habeas corpus feito pela defesa do ex-deputado federal e presidente do PTB, Roberto Jefferson. O  político está preso sob suspeita de integrar a milícia digital que promoveu ataques contra as instituições democráticas.


Ao votar contra o pedido, o relator do processo, ministro Edson Fachin, disse que "não é cabível habeas corpus em hipóteses como a dos autos, em que se impugna decisão monocrática proferida por ministro desta Corte". Ele próprio já havia rejeitado o pedido no dia 31 de agosto.



Com isso, segundo informações da CNN Brasil, na sessão desta quinta-feira (21), os ministros Ricardo Lewandowski, Rosa Weber, Dias Toffoli e Cármen Lúcia acompanharam o relator. Os demais — ministros Luís Roberto Barroso, Gilmar Mendes, Nunes Marques e o presidente da Corte, Luiz Fux — ainda não votaram.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários