CPI da Covid no Senado
Pedro França/Agência Senado
CPI da Covid no Senado

Nesta segunda-feira (18), a  CPI da Covid faz audiência pública para ouvir relatos de "vítimas diretas e indiretas" da pandemia. Com diferentes perfis, os depoentes da sessão de hoje contam aos senadores como perderam os pais, marido, filho e irmã para a Covid-19.

Entre as declarações, críticas têm sido feitas em relação ao comportamento do governo federal e do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) em si sobre a atuação diante do enfrentamento à doença no Brasil.

O atraso na vacinação da populaçãofalas de membros do governo menosprezando a gravidade do coronavírus e a defesa do chamado "tratamento precoce" , com o uso de medicamentos com ineficácia comprovada contra a Covid-19, são mencionados pelos depoentes.

Mayra Lima, enfermeira de Manaus que perdeu a irmã para a doença, relatou a  falta de EPIs para tratar os pacientes. De acordo com ela, muitas vezes, esses equipamentos foram custeados pelos próprios profissionais. Veja:


Já Katia Shirlene, que perdeu os pais em decorrência do coronavírus, relatou a prescrição de remédios do "kit Covid" em uma das unidades da Prevent Senior . "Como você diz para uma idosa que confia no médico que o remédio que foi medicado não tem eficácia?", questionou. Veja:

Leia Também



Ela ainda confirmou que a mãe recebeu o "kit covid" pela Prevent Senior. Veja:

Leia Também


Márcio Antônio, pai de vítima da Covid-19, conta como foram os últimos momentos com o filho. Veja: 


Homenagem às vítimas no Congresso Nacional

Homenagem às vítimas da Covid no Congresso Nacional, em Brasília
Roberto Stuckert Filho
Homenagem às vítimas da Covid no Congresso Nacional, em Brasília

Às vésperas do fim dos trabalhos da Comissão, o gramado em frente ao Congresso Nacional, em Brasília, ganhou um grande varal com 600 lenços brancos em homenagem às vítimas da doença. A instalação foi feita pela ONG Rio de Paz.



    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários