Michel Temer e Jair Bolsonaro
Wilson Dias/Agência Brasil
Michel Temer e Jair Bolsonaro


O ex-presidente da República, Michel Temer, usou suas redes sociais para falar que a inflação em sua gestão chegou "a 2,76% ao ano, após pegar o país com 9,32% de inflação da gestão anterior". 

"Pegamos o país com 9,32% de inflação da gestão anterior. Com trabalho eficiente, reduzimos a inflação para 2,76% ao ano. Passando aqui só para relembrar, pois é #tbt", escreveu em um post que também exibia uma imagem dele ao lado do ex-ministro da Fazenda, Henrique Meirelles. 

Vale ressaltar que Temer se referiu à também ex-presidente Dilma Rousseff, mas ele foi vice da petista durante seus anos no Palácio do Planalto. 


Você viu?


Almoço entre Bolsonaro e Temer

Apesar do tom provocativo do post, Temer almoçou com o atual presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), nesta quinta-feira (9), em Brasília. Segundo a jornalista Delis Ortiz, da Globo, o encontro foi motivado pela crise institucional entre os poderes, agravada pelos ataques de Bolsonaro nos discursos do 7 de Setembro.


Inflação no Brasil

Com preços muito elevados em diversos setores da economia,  o Brasil passa a ocupar o terceiro lugar no ranking de inflação da América Latina, ficando atrás apenas da Argentina e do Haiti.

No acumulado em 12 meses até julho de 2021, a inflação do Brasil chegou a 9%. Na Argentina, somou 51,8% e no Haiti, 17,9%. Os dados integram um levantamento realizado pelo Instituto Brasileiro de Economia (Ibre) da Fundação Getulio Vargas. O estudo não leva em conta o desempenho da Venezuela, que vive um colapso econômico e apresenta indicadores distorcidos, que inviabilizam a comparação.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários