Deputado Kim Kataguiri (DEM-SP)
Pablo Valadares/Câmara dos Deputados - 19.6.19
Deputado Kim Kataguiri (DEM-SP)

Nesta quarta-feira (8), o deputado federal Kim Kataguiri (DEM-SP) e o vereador Rubens Nunes (PSL-SP) entraram com representação no Ministério Público contra o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) por antecipação de campanha eleitoral com os  atos dessa terça-feira (7).

De acordo com o deputado, as manifestações têm "essência golpista"  e eles "pretendem usar todos os meios legais para combater o autoritarismo do presidente Bolsonaro".

No texto, Kataguiri e Nunes alegam que houve abuso de poder político e econômico por parte do mandatário durante os protestos. "Sob o pretexto da festividade do Dia da Independência, o denunciado [presidente Jair Bolsonaro] utilizou-se de todo aparato que lhe era oferecido pelo cargo que ocupa para fazer campanha antecipada, ameaças e atos antidemocráticos com dinheiro público".

Na representação, eles também mencionaram os ataques à Suprema Corte. "O denunciado fez discursos inflamados, antidemocráticos, além de duras ameaças ao Supremo Tribunal Federal e seus ministros, escalando a crise institucional a níveis elevados".



"Não bastasse a propaganda antecipada e o abuso de poder político, há patente abuso de poder econômico uma vez que o presidente movimentou seguranças, assessores, policiais, carros oficiais e aviões da Força Aérea Brasileira exclusivamente para participar dos atos", continuaram.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários