Empresário Marcos Tolentino
Reprodução
Empresário Marcos Tolentino

O empresário Marcos Tolentino, cujo depoimento à CPI da Covid estava marcado para esta quarta-feira (1), informou ao Senado que passou mal ao dirigir-se para Brasília na noite de terça-feira (31). Com isso, o motoboy Ivanildo Gonçalves, funcionário da VTCLog, irá depor em seu lugar. As informações são da CNN Brasil.

Tolentino alegou sofrer de " sequelas decorrentes de grave acoometimento da Covid-19” e, por isso, iria depor à comissão acompanhado de um médico e um enfermeiro. No entanto, teria sofrido um "grave mal estar" e foi internado no Hospital Sírio Libanês em São Paulo. A defesa do empresário enviou documentos do hospital para provar a condição de saúde dele.

O motoboy Ivanildo tinha depoimento marcado para ontem (31). Ele, porém, escolheu não comparecer ao senado, amparado pela autorização dada pelo ministro Nunes Marques, do Supremo Tribunal Federal (STF).

O funcionário da empresa de logística que presta serviços ao Ministério da Saúde chamou a atenção da cúpula da CPI da Covid após ter sacado cerca de R$ 4,8 milhões em espécie a pedido da empresa.

Ontem, com a ausência do depoente, a CPI votou novos requerimentos e mostrou provas de que o motoboy realizou pagamento de boletos para Roberto Dias, ex-diretor do Departamento de Logística do Ministério da Saúde.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários