Ex-governador do Ceará Ciro Gomes (PDT)
Reprodução/TV Globo
Ex-governador do Ceará Ciro Gomes (PDT)

O ex-governador do Ceará e pré-candidato à presidência da República, Ciro Gomes (PDT), rebateu nesta terça-feira (24)  críticas negativas feitas ontem pelo ex-prefeito da capital paulista Fernando Haddad. Nas redes sociais, o pedetista chamou Haddad de "bajulador eterno" de Lula e disse que os petistas são capazes de vender "a própria honra e a honra do país" pelo poder.

"Aos puxa-sacos eu entendo, só não os respeito. Tudo que Haddad tem na vida política deve a Lula. Já eu, a ele não devo nada. Por isso sou livre para criticá-lo. Haddad, não! Tem que ser seu bajulador eterno, sempre da turma do amém", respondeu Ciro em uma série de postagens no Twitter.

"Haddad aceitou ser poste [de Lula]. Eu jamais aceitaria. Sua subserviência, incompetência e falta de amor ao país, deu a presidência do Brasil ao Bolsonaro", continuou.

O pedetista disse, ainda, que os petistas "seguem abraçando bandidos conhecidos" e atacando quem os enfrenta. "Está aí minha missão: livrar o Brasil de Bolsonaro e do lulopetismo corrompido. Seguirei lutando pelo Brasil", concluiu.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários