João Doria, governado de São Paulo
Reprodução/Flickr
João Doria, governado de São Paulo

Durante reunião do Fórum dos Governadores nesta segunda-feira (23) , o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), alertou sobre o risco de infiltração bolsonarista nas polícias estaduais. Segundo ele, os governadores não podem se silenciar diante das ameaças que estão sofrendo sucessivamente por parte do presidente Jair Bolsonaro.

"Creiam, isso pode acontecer no seu estado. Aqui nós temos a inteligência da Polícia Civil, que indica claramente o crescimento desse movimento autoritário para criar limitações e restrições, com emparedamento de governadores e prefeitos", afirmou o governador. 

Doria comentava sobre o caso de Aleksander Lacerda , comandante de sete batalhões de Polícia Militar do interior paulista, que manifestou apoio e convocou amigos para a manifestação marcada para 7 de setembro. 

“O país sofre ameaças constantes à liberdade e à democracia. Basta observar as manifestações feitas pelo presidente Jair Bolsonaro, que flerta com o autoritarismo. E muitos dos seus ministros endossam essa postura. Isso afronta a constituição e as instituições democráticas”, disse o governador, lembrando que os bolsonaristas "estimulam pessoas a ir armadas para as ruas".

Doria afirmou que respeita o diálogo e o entendimento, mas ressaltou que “neste momento a democracia brasileira está sob ameaça. Pessoalmente vou defender a democracia, a constituição, a Suprema Corte e a estabilidade institucional do País”.

O presidente  Jair Bolsonaro já fez várias críticas ao Sistema Eleitoral Brasileiro, principalmente em relação as urnas eletrônicas e a lisura das eleições. Bolsonaro defende a implementação do voto impresso e chegou ameaçar as eleições do próximo ano. 

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários