Ex-presidente Lula (PT)
Agência Brasil
Ex-presidente Lula (PT)

Em entrevista coletiva no Piauí, nesta quarta-feira, 18, o  ex-presidente Lula (PT) assegurou que o “casamento” do  presidente Jair Bolsonaro (sem partido) com o atual ministro da Casa Civil, Ciro Nogueira (PP-PI) , será “mais curto” do que os dois imaginam. Lula foi questionado se estaria disposto a dialogar com o Centrão, campo político ao qual pretende o piauiense, que já chegou a ser aliado do petista no passado.

Sobre estar disposto a dialogar com o Centrão, Lula disse: “Posso te dizer aqui, com todo respeito que tenho pelas pessoas, eu não sei por quanto tempo o Ciro ficará com Bolsonaro. Não tenho nenhuma certeza e acredito que esse casamento será mais curto do que eles imaginam. Eu tenho conversado com o PP, eu conversei com o PP em Pernambuco, com gente do PP em São Paulo, gente que vai a São Paulo de outros estados para conversar”.

O petista pontuou o que Bolsonaro já perdeu no Congresso desde que Ciro chegou ao Planalto. Para Lula, Nogueira não tem projeção.

“Bolsonaro já perdeu nesses dias o voto impresso. Já perdeu na questão da federação partidária e já perdeu no distritão. Então, ele já perdeu. O Ciro começou não tendo a força”, apontou Lula.

O ex-presidente citou novamente o casamento em seu discurso.“Quando a gente casa, é obrigado a fazer um compromisso de amar a pessoa casada na fé, na saúde e na doença. O Ciro deve ter prometido isso paro o Bolsonaro”, afirmou. “Bolsonaro apostou, ele acreditou e está lá . Vamos ver o que ele vai conseguir”, disse Lula.

Sobre a relação do atual presidente com Ciro Nogueira, Lula fez mais apontamentos. "Bolsonaro levou o Ciro para o governo como se fosse um Deus para salvar a articulação política dele com o Centrão. Eu quero dizer para vocês que um presidente da República que se comporta como o Bolsonaro não terá a sustentação que ele pensa que tem durante o processo eleitoral".


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários