Vice-presidente da República, Hamilton Mourão
Reprodução: iG Minas Gerais
Vice-presidente da República, Hamilton Mourão

O vice-presidente Hamilton Mourão (PRTB) disse na tarde desta quinta-feira (22) que haverá eleições no Brasil em 2022, mesmo que o voto impresso —  pauta reiteradamente defendida por Bolsonaro e apoiadores — não seja implementado. Nas palavras de Mourão, o Brasil não é uma "república de bananas”.

“É lógico que vai ter eleição. Quem é que vai proibir eleição no Brasil? Por favor, gente, isso aí... Nós não somos república de banana”, disse o vice-presidente ao chegar no Palácio do Planalto.

A manifestação do vice de Bolsonaro vem após a revelação feita pelo jornal "O Estado de S. Paulo", de que o ministro da Defesa,  general Braga Netto, teria ameaçado as instituições democráticas caso a Câmara não aprove o voto impresso na eleição de 2022.

Braga Netto desmentiu a reportagem pouco tempo depois . Em nota oficial, afirmou que "as Forças Armadas atuam sempre e sempre atuarão dentro dos limites previstos na Constituição".

A pauta do voto impresso está sendo discutida na Câmara dos Deputados. Há uma comissão especial que analisa o caso, mas a tendência é que a pauta não seja aprovada. Presidentes de 11 partidos já se manifestaram contra a mudança do modelo.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários