Emanuela Medrades, diretora técnica da Precisa Medicamentos, na CPI da Covid
Divulgação/Agência SenadoPedro França
Emanuela Medrades, diretora técnica da Precisa Medicamentos, na CPI da Covid

O depoimento da diretora técnica da Precisa Medicamentos, Emanuela Medrades , à CPI da Covid na última quarta-feira, 14, foi considerado muito importante pelos investigadores que trabalham nos bastidores do colegiado. A Polícia Federal, a Receita Federal e o Tribunal de Contas da União já trabalham em cima das novas informações.

Apesar de protegida por um habeas corpus parcial, que a permitia ficar em silêncio sempre que pudesse se incriminar, e ter dito estar "exausta" no dia anterior, Emanuela respondeu a todas as perguntas dos senadores.

Ela falou sobre uma série de pessoas e suas posições no "jogo", as intermediações dos negócios com a Índia e a rede empresarial que atuava para facilitar transações comerciais com o Ministério da Saúde. O depoimento contribuiu na montagem de peças do quebra-cabeça do caso de irregularidade e corrupção da vacina indiana Covaxin.


- Com informações do colunista Lauro Jardim, de O Globo.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários