Deputado federal e ex-presidente da Câmara, Rodrigo Maia
undefined
Deputado federal e ex-presidente da Câmara, Rodrigo Maia

O ex-presidente da Câmara Rodrigo Maia (sem partido-RJ) criticou o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) pelos recentes ataques às instituições democráticas e ao presidente do Superior Tribunal Federal, Luis Roberto Barroso. Nas redes sociais, Maia disse que Bolsonaro é "covarde".

"Bolsonaro é um covarde. Sempre foi um pusilânime. Em 2018, atacava homossexuais, mulheres e qualquer um que pensasse diferente", disse o parlamentar.

Na postagem seguinte, Maia manifestou apoio a Barroso e disse que Bolsonaro está ciente de que perderá a eleição em 2022.

"Hoje, acrescentou à lista de ataques a urna eletrônica e o presidente do TSE porque sabe que a derrota é inevitável. Meu apoio irrestrito ao ministro Barroso", concluiu.

Mais cedo, ao fim da motociata realizada neste sábado (10) em Porto Alegre (RS), Bolsonaro voltou a atacar Barroso. O chefe do Executivo acusou o ministro de pedofilia e declarou ainda que o Barroso quer “a roubalheira e a falta da impunidade através da fraude eleitoral“.

"Ministro esse que defende a redução da maioridade para estupro de vulnerável, ou seja, a pedofilia é o que ele defende. Ministro que defende a legalidade das drogas. Com essas bandeiras todas, ele não devia estar no Supremo. Devia estar no Parlamento. Lá é o local de cada um defender a sua bandeira."

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários