Regina Célia na CPI da Covid
Divulgação/Agência Senado/Marcos Oliveira
Regina Célia na CPI da Covid


Servidora pública Regina Célia, fiscal no Ministério da Saúde do contrato da compra da vacina indiana Covaxin, afirmou, nesta terça-feira (6), em  depoimento à Comissão de Inquérito Parlamentar (CPI) da Covid-19 que o contrato da vacina Covaxin não tinha fiscal até o primeiro vencimento contratual.

Segundo a servidora, o contrato só foi fiscalizado após sua nomeação, que ocorreu no dia 22 de março, deste ano. Entretanto, os primeiros vencimentos teriam ocorrido nos dias 17 e 27 de março, sendo notificados apenas no dia 30 de março. 

Veja o vídeo:

Você viu?





    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários