LuísRoberto Barroso, ministro do Supremo Tribunal Federal (STF)
O Antagonista
LuísRoberto Barroso, ministro do Supremo Tribunal Federal (STF)

polêmica do voto impresso para eleições de 2022 foi motivo para um constrangimento ao presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Luís Roberto Barroso, e sua filha, a advogada Luna Barroso, durante um almoço no Leblon, no Rio de Janeiro. A situação foi relatada pela advogada.

"Medo do que vai acontecer com o Brasil em 2022. Vocês não têm noção que eu tava [sic] almoçando com meu pai no Sushi Leblon. Uma mulher levantou e começou a gritar: tamos (sic) de olho em você, hein ministro! Voto Impresso! Nunca mais vai almoçar no Rio de Janeiro se não tiver voto impresso", escreve Luna Barroso, ao contar que a mulher gritava enquanto filmava a cena com o celular.

O presidente o STF disse reforçou a importâncias das opiniões diferentes numa democracia. "Uma senhora manifestou-se a favor do voto impresso com algum grau de exaltação. Nada demais. Estava longe e nem ouvi direito. Democracia é assim, todo mundo tem o direito de se manifestar. Uns com mais educação, outros com menos", disse.

Barroso tem se posicionado publicamente contra a PEC do voto impresso. Para ele, o voto impresso é "volta ao tempo de fraudes" . O maior apoiador da PEC é o próprio presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), que acusa as urnas eletrônicas de falhas, mas nunca apresentou nenhuma prova. 

- Com informações da colunista Bela Megale, de O Globo.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários