Senador Marcos Rogério (DEM-RO)
Marcos Oliveira/Agência Senado - 6.6.19
Senador Marcos Rogério (DEM-RO)

O senador Marcos Rogério (DEM-RO) criticou a ausência do relator da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid, senador Renan Calheiros (MDB-AL), nos depoimentos desta sexta-feira (18). Na ocasião, Rogério chamou a entrevista coletiva dada por Calheiros e pelo vice-presidente Randolfe Rodrigues (Rede-AP) na manhã de hoje de "gabinete paralelo".

"Você sabe o que eles estavam fazendo enquanto nós estávamos aqui ouvindo os depoentes, senador Girão? Eles foram para um  gabinete paralelo , do lado de fora, na tribuna de imprensa e ficaram lá por uma hora dando entrevista coletiva para tentar tirar o foco do que estava acontecendo aqui dentro da sala da CPI", disse ele ao senador Eduardo Girão (Podemos-CE), que mediava a Comissão no momento.

Rogério também condenou a postura do relator de divulgar uma lista com 14 alvos de investigação da CPI durante a coletiva . "Eles deliberaram um gabinete paralelo, uma lista de investigados para CPI. Eu não sei se vossa excelência votou alguma lista de investigado aqui, porque eu não faltei em uma sessão, mas lá divulgaram a lista de quem o relator acha que é investigado. Enquanto nós estávamos aqui ouvindo os médicos, eles estavam lá no gabinete paralelo por uma hora debatendo", acrescentou o senador.


Nesta manhã, Renan Calheiros deixou a Comissão após se recusar a questionar os depoentes. Hoje, a CPI da Covid ouve dois médicos, Ricardo Zimerman e Francisco Cardoso, apoiadores do "tratamento precoce" com o uso de medicamentos não comprovados cientificamente contra a infecção pelo novo coronavírus .


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários