Deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP)
LULA MARQUES
Deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP)

A bancada do PSOL na Câmara entrou com uma representação contra o  deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) no Supremo Tribunal Federal (STF) no inquérito sobre atos antidemocráticos.

No último domingo (2), o filho do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) exaltou pelas redes sociais a destituição da Suprema Corte em El Salvador, em uma ação capitaneada por congressistas aliados do país da américa Central, Nayib Bukele.

Em nota, a sigla pede ao Supremo que “apure o apoio do filho do presidente Jair Bolsonaro ao golpe aplicado pelo presidente de El Salvador ao destituir todos os ministros da Suprema Corte do país". Para o partido, o parlamentar "insinuou caminho semelhante ao sistema político brasileiro”.

A líder do PSOL na Câmara, Talíria Petrone declarou que o comentário de Eduardo mostra que a família Bolsonaro “não quer um Brasil com democracia”.

Você viu?





Crítico do Supremo , Eduardo Bolsonaro é alvo de inquérito que investiga a organização e o financiamento de atos antidemocráticos contra ministros do STF e de outras autoridades desde o ano passado.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários