Rui Costa, governador da Bahia
Manu Dias/GOVBA
Rui Costa, governador da Bahia

O presidente Jair Bolsonaro d eu entrada no Supremo Tribunal Federal (STF) com ação para desautorizar os decretos editados pelos governadores da Bahia, Rio Grande do Sul e Distrito Federal. Rui Costa (PT), governador da Bahia, disse que o presidente é “desumano” e que ele é “aliado do vírus e das mortes” ocasionadas pela covid-19. As informações foram apuradas pelo Uol. 

"Mais uma vez o presidente mostra a sua desumanidade, frieza, falta de empatia com a vida humana e demonstra ser mais uma vez um grande aliado do vírus e da morte. Ele não cansa de dar demonstrações de desprezo pelo próximo", declarou Costa em entrevista. 

Costa ressalta que já entrou em contado com a Procuradoria Geral do Estado da Bahia (PGE) para montar um documento com a PGE do Rio Grande do Sul e enviar para o presidente, que segundo ele, vem “atrapalhando” as ações contra o novo coronavírus

 "Ele é adepto daquela teoria, um ditado que eu sempre ouvia, 'se não pode me ajudar, pelo menos não me atrapalha'. Ele, além de não ajudar, faz questão de atrapalhar. Essa ação no STF é mais uma tentativa dele de mostrar que é aliado do vírus, de acelerar as mortes. Ele mostra que é incompetente em governar o Brasil", apontou.  

Governador ainda criticou postura do presidente, que durante sua live, “simulou” que estava com falta de ar. "Chega a ser repugnante. Eu nunca imaginei o Brasil chegar a uma situação dessa, com um presidente com tamanha falta de responsabilidade, empatia e falta de solidariedade". 

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários