Arthur Lira (PP-AL)
Agência Brasil
Arthur Lira (PP-AL)

Após a votação que manteve a prisão do deputado Daniel Silveira  (PSL-RJ), o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), classificou a sessão como "sacrificante para todos", e  afirmou que tratou-se de um caso "extremamente lateral, fora da curva e especialíssimo". Segundo Lira, "não haverá outros casos como este".

O presidende da Casa disse, ainda, que será feita uma comissão multipartidária, que trabalhará no fim de semana, para "oferecer uma pauta ao plenário para que pautas dessa natureza não ocorram nem na Câmara dos Deputados, nem no parlamento, nem no Judiciário, e nem no executivo".

"Isso foi e será um marco na mudança de comportamento interno deste poder, e penso na independência e na harmonia de todos os poderes. Tudo isso vai servir para que os poderes se fortaleçam, modelem, e a democracia seja respeitada no Brasil", continuou

"Há necessidade de aprimorarmos determinadas legislações. O tempo é e será usado com tranquilidade, assertividade e firmeza, mas com muita tranquilidade e harmonia".

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários