Senador Major Olímpio (PSL-SP)
Jefferson Rudy/Agência Senado
Senador Major Olímpio (PSL-SP)

O senador Major Olímpio (PSL-SP) anunciou nesta terça-feira (12) que será um dos candidatos à presidência do Senado , que tem eleições marcadas para fevereiro junto com a Câmara. O parlamentar lançou seu nome com o argumento de que o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) tem se aproximado demais ao PT.

Em fevereiro de 2019, Olímpio se candidatou ao mesmo cargo pregando alinhamento total a Bolsonaro, que tinha acabado de assumir seu mandato. 

O partido comandado pelo ex-presidente Lula declarou nessa segunda-feira (11) apoio ao senador Rodrigo Pacheco (DEM-MG), candidato do atual presidente Davi Alcolumbre (DEM-AP) e de Bolsonaro.

A formação do bloco de apoio a Pacheco agora reúne seis partidos. São eles o DEM, PROS, PSC, PSD, PT e Republicanos, somando 29 senadores. 

Na Câmara, o PT também se aliou ao DEM em torno na candidatura de Baleia Rossi (MDB-SP), mas está de lado oposto a Bolsonaro, que tem como candidato o deputado federal  Arthur Lira (PP-AL).

Assim como em 2019, a candidatura de Major Olímpio terá o papel de marcar posição. Há dois anos ele retirou a candidatura no dia da eleição em apoio a Alcolumbre e para derrotar Renan Calheiros (MDB-AL).

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários