Presidente da CCJ no Senado%2C Simone Tebet (MDB-MS)
Waldemir Barreto/Agência Senado
Presidente da CCJ no Senado, Simone Tebet (MDB-MS)

Nesta terça-feira (12), o senador Dário Berger (MDB-SC) informou que Eduardo Braga (MDB-AM), líder da bancada, irá abrir mão de sua candidatura à presidência do Senado . Assim, a  candidata única do partido deverá ser a senadora Simone Tebet (MDB-MS) . As informações foram dadas pelo Poder360 .

O MDB deve anunciar o nome de Tebet até o final do dia, depois que houver uma reunião da bancada. Os emedebistas acreditam que Simone, presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), tem maior potencial para conseguir votos de outras legendas.

Segundo Berger, Tebet tem boa relação com o Podemos e o PSDB, duas legendas que formaram um bloco único para a eleição no Senado e representam 16 votos.

Além disso, o MDB filia hoje mais dois senadores — Rose de Freitas (ex-Podemos) e Veneziano Vital do Rêgo (ex-PSB) —, totalizando 15 membros na bancada.

“Achei uma grandeza bastante significativa do Eduardo Braga que reconheceu… o importante na vida da gente é a gente reconhecer as nossas limitações em determinados momentos”, disse Berger sobre a desistência do líder da bancada. Braga irá apoiar Simone Tebet na eleição do Senado , que ocorre no dia 1º de fevereiro .

A parlamentar irá disputar a presidência com Rodrigo Pacheco (DEM-MG) , que é apoiado pelo atual presidente do SenadoDavi Alcolumbre (DEM-AP) .

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários