bolsonaro e queiroz
Reprodução
Fabrício Queiroz, Jair Bolsoanro e Eduardo Bolsonaro em churrasco

Desde que o primeiro cheque de Fabrício Queiroz para a primeira-dama Michelle Bolsonaro foi revelado , em 2018, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) argumenta que seu ex-assessor estava devolvendo um empréstimo. As circunstâncias desse suposto empréstimo, contudo, nunca foram explicadas por Bolsonaro, que não disse de que forma foi feita a transação e recusou-se a apresentar um comprovante.

Em 2018, no mesmo relatório que apontou movimentações atípicas de Queiroz , o Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) mostrou que o ex-assessor pagou R$ 24 mil em um cheque para Michelle Bolsonaro . Um dia após o relatório ser revelado pelo jornal “O Estado de S. Paulo”, em dezembro de 2018, Bolsonaro disse, em entrevista ao site “O Antagonista”, que se tratava da devolução de um empréstimo que seria, segundo ele, de R$ 40 mil.

"Emprestei dinheiro para ele em outras oportunidades. Nessa última agora, ele estava com um problema financeiro e uma dívida que ele tinha comigo se acumulou. Não foram R$ 24 mil, foram R$ 40 mil. Se o Coaf quiser retroagir um pouquinho mais, vai chegar nos R$ 40 mil", disse o então presidente eleito.

Bolsonaro disse ao site que não registrou o empréstimo em seu imposto de renda. Ele também argumentou na época que o dinheiro foi depositado na conta da sua esposa porque ele não tinha “tempo de sair”.

"Eu podia ter botado na minha conta. Foi para a conta da minha esposa, porque eu não tenho tempo de sair. Essa é a história, nada além disso. Não quero esconder nada, não é nossa intenção".

O assunto voltou à tona em dezembro de 2019, quando Queiroz, o senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ) e outros investigados foram alvos de operação do Ministério Público e da Polícia Civil.

A jornalistas, na saída do Palácio da Alvorada , Bolsonaro voltou a afirmar que havia repassado R$ 40 mil a Queiroz. Questionado se tinha o comprovante desse empréstimo, respondeu: "Pergunta para a tua mãe o comprovante que ela deu pro teu pai, está certo? Querem comprovante de tudo".

Irritado, o presidente dirigiu-se em seguida a outro repórter e questionou: "Você tem nota fiscal desse relógio que está contigo nesse teu braço? Não tem. Não tem. Você tem nota fiscal do seu sapato? Não tem. Você tem do seu carro, talvez nem tenha nota fiscal, mas tem o documento. Tudo tem que ter nota fiscal, comprovante?".

Entretanto, a quebra do sigilo bancário de Queiroz mostrou que ele depositou R$ 72 mil, e não R$ 40 mil, em cheques para Michelle Bolsonaro, entre 2011 e 2018. Os foram divulgados pela revista "Crusoé" e confirmados pelo GLOBO.

O GLOBO perguntou a Presidência, nesta sexta-feira, porque os repasses de Queiroz a Michelle superam os R$ 40 mil citados por Bolsonaro. Também foi questionado quando e de que forma foi realizado o empréstimo, se houve outros empréstimos para Queiroz e se o ex-assessor fez mais repasses para Bolsonaro ou a primeira-dama além dos já conhecidos. Ainda não houve resposta.

    Veja Também

      Mostrar mais