Presidente Jair Bolsonaro
Agência Brasil
Presidente Jair Bolsonaro

Assessores próximos ao presidente Jair BoIsonaro (sem partido) e a cúpula do governo no Palácio do Planalto estão tentando traçar uma estratégia para blindar o presidente sobre a revelação feita nesta sexta-feira (7) de que o e x-assessor de Flávio Bolsonaro, Fabrício Queiroz, depositou R$ 72 mil na conta da primeira-dama, Michelle Bolsonaro .

Assessores do presidente, ouvidos pelo jornal Folha de S. Paulo , afirmam que a estratégia adotada até então para afastar o caso Queiroz do presidente está mais complicada de ser usada. Isso porque desta vez a revelação envolve Michelle, que vive com Bolsonaro em Brasília.

Na manhã desta sexta, os assessores de Bolsonaro tem trabalhado e discutido as revelações feitas pela revista Crusoé que envolvem a primeira-dama e suas repercussões.


    Veja Também

      Mostrar mais