Hamilton Mourão
Romério Cunha/VPR
Mourão havia cobrado um pedido de desculpas de Gilmar.

O vice-presidente Hamilton Mourão afirmou nesta sexta-feira considerar como "superado" o "incidente" com o ministro Gilmar Mendes , do Supremo Tribunal Federal (STF).

Mourão havia cobrado um pedido de desculpas de Gilmar, por ter afirmado que o Exército está se associando a um "genocídio", em referência à gestão de militares no Ministério da Saúde durante a pandemia do novo coronavírus.

Apesar do pedido de desculpas não ter ocorrido, Mourão adotou um tom mais leve nesta sexta-feira, em entrevista à Rádio Gaúcha, afirmando que não se pode perder tempo com "picuinhas".

"Acho que o ministro errou. Mas considero que esse incidente está superado, vida que segue. Temos coisas muito mais importantes para resolver do que ficar discutindo essas picuinhas", afirmou.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários