Tamanho do texto

Evento vai acontecer na Arena Fonte Nova, em Salvador, no dia 20 de outubro; o presidente também não vai comparecer à cerimônia e canonização no Vaticano e será representado pelo vice Hamilton Mourão

Jair Bolsonaro não vai à canonização de Irmã Dulce arrow-options
Alan Santos/PR
Jair Bolsonaro justificou que não participará de cerimônia por problemas de agenda

O presidente Jair Bolsonaro cancelou sua presença na missa pela canonização de Irmã Dulce que será realizada na Arena Fonte Nova , em Salvador, no dia 20 de outubro. Segundo a Secretaria de Comunicação (Secom) da Presidência da República, o cancelamento foi motivado por "ajustes necessários em voos da agenda internacional sequenciais ao compromisso que ocorreria na Bahia".

Bolsonaro também não vai comparecer à  cerimônia de canonização no Vaticano, que acontecerá no próximo domingo (13). O vice-presidente Hamilton Mourão representará o País na santificação . Ele chega em Roma já nesta sexta-feira (11).

Segundo a revista Veja , a decisão do presidente de não participar da missa no Vaticano se deve ao fato de a primeira-dama Michelle Bolsonaro ser evangélica.

Leia também: Amazônia precisa do fogo de Deus e não do ateado por interesses, defende papa

Além disso, a Igreja Católica realiza neste mês o Sínodo dos Bispos sobre a Amazônia no qual discute questões relacionadas à região Pan-Amazônica. O  papa Francisco e outros participantes do Sínodo da Amazônia já fizeram duras críticas contra a devastação ambiental na floresta. Bolsonaro vem mostrando descontentamento com o evento desde o começo do ano e seu governo já foi inclusive  acusado de espionar a Igreja Católica no Brasil.