Tamanho do texto

Identificado como Juliano Daldegan, o rapaz é assistente administrativo do Ministério do Turismo e à ocasião falava algo relacionado a ajudar o setor

Na última sexta-feira (27), durante sua chegada ao Palácio da Alvorada, em Brasília, o presidente da república Jair Bolsonaro (PSL) tirou selfies e cumprimentou apoiadores. Um dos presentes aproveitou o momento para pedir emprego ao correligionário. Acompanhado de seus seguraças, o político disse de discretamente: “Só pelo bafo não vai ter emprego”.

Leia também: Bolsonaro diz que apoiador não vai conseguir emprego "pelo bafo"

Bolsonaro e o funcionário do Ministério do Turismo arrow-options
Reprodução
Bolsonaro e o funcionário do Ministério do Turismo


Leia também: Imprensa internacional reage ao discurso de Bolsonaro na ONU

Após a atitude de Bolsonaro , neste sábado (28), o homem ofendido foi identificado como Juliano Daldegan e ao contrário do que o político pensava, o rapaz não está desempregado, ele é assistente administrativo no Ministério do Turismo e à ocasião falava algo pedia ajuda para o setor, como se pode confirmar no vídeo.

Leia também: Bolsonaro diz “I love you” pra Trump, mas não recebe “te amo” de volta

Segundo a fonte da revista Fórum , que conseguiu identificar o rapaz, Daldegan é um entusiastamado apoiador de Bolsaonro .  Ele é do interior de Minas e parte da sua família hoje mora em Belo Horizonte. O Ministério do Turismo não se posicionou sobre o assunto. Assista ao vídeo.