Tamanho do texto

Previsão de Rodrigo Maia é que a sessão se estenda até a madrugada; A expectativa é que o texto principal da proposta seja votado na quarta

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), iniciou oficialmente, na noite desta terça (09), a discussão sobre a reforma da Previdência no plenário da Casa. A expectativa de parlamentares é que o texto principal da proposta seja votado nesta quarta-feira (10).

Leia também: Em meio a debate da Previdência, Senado discute reforma Tributária

Rodrigo Maia
Luis Macedo/Câmara dos Deputados
Rodrigo Maia

"Hoje teremos uma longa noite. Vamos até o encerramento da discussão da matéria, pelo menos. Isso na minha projeção é 2h, 3h da manhã", disse Rodrigo Maia sobre a reforma da Previdência .

Leia também: Com votação da Previdência à vista, Bolsonaro visitará à Câmara na quarta

Antes de votar o texto, é preciso analisar os requerimentos de adiamento de votação, apresentados pela oposição como parte do chamado kit obstrução (manobras regimentais para protelar a discussão). A análise desses requerimentos deve entrar pela madrugada.

Diante do kit obstrução , os líderes que apoiam a reforma consideram arriscado colocar a proposta em votação durante a madrugada. Por isso, a intenção é que o texto-base da reforma seja votado na quarta (10).

Leia também: Oposição usa "kit obstrução" para adiar votação da reforma da Previdência

Durante o dia, governo e parlamentares discutem mudanças no texto da reforma. Enquanto o presidente Jair Bolsonaro atua para abrandar mudanças para agentes de segurança pública, deputados negociam a inclusão de estados e municípios na reforma da Previdência , além de mudanças para a aposentadoria das mulheres.