Tamanho do texto

O presidente se reunirá com Rodrigo Maia e participará de sessão solene; Jair Bolsonaro acredita que a reforma deve ser aprovada até sábado (13)

Em meio à expectativa para o início da votação da reforma da Previdência, o presidente Jair Bolsonaro decidiu ir na manhã desta quarta-feira (10) à Câmara dos Deputados.

Leia também: Após apelo do Papa, Bolsonaro rebate: "Brasil é a virgem que todo tarado quer"

Jair Bolsonaro
Carolina Antunes/PR
Jair Bolsonaro

Ele deve chegar às 8h30 ao gabinete do presidente da Casa, o deputado  Rodrigo Maia (DEM-RJ), e em seguida participar, às 9h00, de sessão solene em homenagem aos 42 anos da Igreja Universal do Reino de Deus. Bolsonaro estuda ainda ir até o plenário da Câmara, mas o horário ainda não está definido.

Leia também: Guedes e Coaf não esclarecem se Glenn Greenwald está sob investigação

Questionado sobre a previsão de visita do presidente ao Congresso, o porta-voz da Presidência, Otávio Rêgo Barros, alega que a ida dele é apenas para "participar de atividade religiosa".

Leia também: Escudada por Bolsonaro, classe da segurança pública pode ser excluída da reforma

Rodrigo Maia, líderes e o relator do texto, Samuel Moreira (PSDB-SP), estão concentrados nas negociações finais para consolidar os votos necessários para aprovar a proposta. Bolsonaro acredita que até sábado (13) a proposta deve ser aprovada.