Tamanho do texto

Boca Aberta (PROS-PR) comparou taça ao prêmio da Liga dos Campeões da Europa: "Cobiçada por Neymar e Messi, agora ficará com o craque Moro"

Deputado e Moro
Jorge William / Agência O Globo
Deputado Boca Aberta prestou homenagem ao ministro da Justiça durante sessão desta terça-feira

O ministro da Justiça Sergio Moro foi presenteado com um troféu na noite desta terça-feira (2), durante a sessão da qual participou na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara dos Deputados. Ao receber "prêmio", o ex-juiz falava há mais de 7h aos parlamentares sobre as mensagens atribuídas a ele e ao procurador Deltan Dallagnol,coordenador da força-tarefa da Operação Lava-Jato.

Leia também: "Se eu disse, foi algo mais inocente possível", diz Moro sobre "in Fux we trust"

A homenagem foi entregue pelo deputado Boca Aberta (PROS-PR). Após fazer um discurso contra o PT, ele levou a taça prata até Moro e explicou que ela seria equivalente ao troféu da Liga dos Campeões, principal competição de clubes no mundo e disputada na Europa.

De acordo com o deputado , foi escrito no objeto: "Sergio Moro, a maior estrela do combate à corrupção ". Boca Aberta elevou o tom contra a deputada Gleisi Hoffmann (PT-PR) e o marido dela, o ex-ministro Paulo Bernardo, usando inclusive palavras de baixo calão. A bancada do PT reagiu e teve começo um bate-boca que se estendeu por alguns minutos.

"Cobiçado por craques como Neymar e Messi, (o troféu) agora ficará com o craque Moro", disse Boca Aberta.

Como já havia feito no Senado, Moro aceitou convite dos deputados para ser sabatinado sobre os diálogos divulgados pelo site " The Intercept Brasil". Ao longo da tarde e da noite desta terça-feira, ele explicou que não reconhece a autenticidade das informações e pontuou que, em sua opinião, os vazamentos partiram de criminosos interessados em enfraquecer a Lava-Jato.

Leia também: "Parece a Escolinha do Professor Raimundo", diz presidente de sessão com Moro