Tamanho do texto

Filho de Bolsonaro levou suposta denúncia que surgiu em rede social à CCJ; Moro respondeu que caso também está sendo investigado pela PF

Sergio Moro mexe em seu celular
Pedro França/Agência Senado - 19.6.19
Sergio Moro mexe em seu celular durante sabatina na CCJ do Senado

Durante sua fala na sabatina com o ministro da Justiça e Segurança Pública , Sergio Moro , que acontece nesta quarta-feira (19) na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado, Flávio Bolsonaro (PSL-RJ) citou uma suposta denúncia feita no último domingo pelo Twitter que ficou conhecida como 'Show do Pavão' .

“Em paralelo a tudo isso que está acontecendo também foi trazida à baila uma denúncia que me parece bastante grave, caso se confirme, que foi deste grande conluio que pode ter acontecido para desestabilizar nossa democracia, para atingir um chefe de Estado, um presidente da República democraticamente eleito", iniciou Flávio, se referindo ao chamado ' Show do Pavão '.

"Foi esse caso de que Glenn Greenwald [jornalista do site The Intercept Brasil ] poderia ter pago um hacker russo para invadir celulares de autoridades brasileiras. E o pagamento pode ter sido feito em bitcoins no Panamá”, acrescentou o senador, filho do presidente.

Leia também: "Se houver irregularidade, eu saio", diz Moro durante sabatina no Senado

Flávio Bolsonaro falou ainda sobre as acusações do perfil @pavaomisterioso, que foi excluído após a thread viralizar no Twitter, de que Glenn e seu marido, o deputado federal David Miranda (PSOL-RJ), "teriam comprado mandato do então deputado Jean Wyllys, do mesmo partido". A quantia citada pelo parlamentar seria de "700 mil dólares, além de uma mesada de 10 mil dólares para o ex-big brother".

Leia também: 'Algumas coisas posso ter dito', afirma Moro sobre mensagens com Dallagnol

Por fim, Flávio perguntou a Moro se o caso do ' Show do Pavão ' está sendo investigado pela PF. O ministro, no entanto, respondeu que tudo está sendo investigado e que não acompanha as apurações. "Isso pode ser fake news, contrainteligência ou pode ter algum respaldo. As três alternativas são possíveis. É muito prematuro qualquer conclusão", disse.