Tamanho do texto

Presidente usou o Twitter para participar de manifestação pela internet e aproveitou para citar o que chamou de "amadurecimento da democracia"

Manifestação pró-Bolsonaro foi destacada pelo presidente como atos pacíficos
Reprodução/Twitter
Manifestação pró-Bolsonaro foi destacada pelo presidente como atos pacíficos

O presidente Jair Bolsonaro destacou o caráter pacífico das manifestações de hoje (26) em apoio ao governo. "O caráter pacífico dos atos de hoje traduz a esperança e a confiança do povo no compromisso que nós políticos temos com o futuro do país", disse o presidente em publicação na rede social Twitter.

Leia também: Bolsonaro inicia busca por trégua após inflamar manifestações contra o centrão

"Acredito que o Brasil caminha cada vez mais para o amadurecimento de sua democracia, com representantes sensíveis aos anseios da sociedade. O caráter pacífico dos atos de hoje traduz a esperança e a confiança do povo no compromisso que nós políticos temos com o futuro do país", escreveu.

Neste domingo, apoiadores do governo foram às ruas de várias cidades do país defender a reforma da Previdência, o pacote anticrime, o porte e posse de armas, além de ministros do governo como o da Justiça, Sergio Moro, e o da Economia, Paulo Guedes.

Em outro post, Bolsonaro disse que os atos em várias cidades são uma forma de cobrança da população. "É hora de retribuirmos esse sentimento", escreveu.

"Os brasileiros foram pacificamente às ruas para nos cobrar. Sinal que a sociedade não perdeu as esperanças de que nós políticos escutemos sua voz. Não podemos ignorar isso. É hora de retribuirmos esse sentimento. Estamos todos no mesmo barco e juntos podemos mudar o Brasil!"

Leia também: "As imagens valem mais que mil palavras", declara Bolsonaro sobre manifestações

Mais cedo, ainda no Twitter, o presidente destacou que a maior parte dos manifestantes "foi às ruas com pautas legítimas e democráticas, mas há quem ainda insista em distorcer os fatos", referindo-se a pessoas que pediram o fechamento do Congresso Nacional e do Supremo Tribunal Federal.