Tamanho do texto

Deputado federal afirma que sempre foi a favor das ideias de Donald Trump e que vê com bons olhos a limitação de entrada de estrangeiros nos EUA

Eduardo Bolsonaro voltou a apoiar as ideias de Donald Trump nos Estados Unidos
Reprodução/ Twitter
Eduardo Bolsonaro voltou a apoiar as ideias de Donald Trump nos Estados Unidos


Filho do presidente Jair Bolsonaro e deputado federal, Eduardo Bolsonaro viajou aos Estados Unidos para um encontro promovido por republicanos, políticos filiados ao mesmo partido de Donald Trump. Entre reuniões de aproximação do governo brasileiro com o norte-americano, o parlamentar aproveitou para exaltar Trump e a ideia do chefe de Estado norte-americano em construir um muro na fronteira com o México.

Leia também: Eduardo Bolsonaro só vê lado bom em áudios vazados e destaca "moral" de Carlos

Ao ser chamado para discursar no evento, Eduardo Bolsonaro disse que já trabalhou na fronteira do Brasil com a Bolívia antes de ser deputado federal e o que viu ali fez com que apoiasse um controle sobre entradas e saídas de estrangeiros dos países. Mesmo não sendo norte-americano, o deputado brasileiro disse ser a favor da construção do muro.

“Como trabalhei na fronteira entre o Brasil e a Bolívia, nós sabemos como as coisas funcionam. Então, construam o muro. Nós, brasileiros, estamos apoiando vocês”, afirmou o filho de Jair Bolsonaro.

Leia também: Eduardo Bolsonaro propõe mudança em Medida Provisória enviada pelo pai

Assista ao discurso do deputado brasileiro nos EUA:


No discurso curto, Eduardo contou uma história de que foi indagado, em uma viagem ao México, em quem votaria na época das eleições dos EUA. De acordo com o parlamentar, desde aquele momento já apoiava Donald Trump contra Hillary Clinton.

"E o cara que me perguntou arregalou os olhos: ‘mas ele quer construir um muro!’. E eu respondi: eu não vou para os Estados Unidos ilegalmente”, afirmou.

Leia também: PSOL processa Eduardo e Carlos Bolsonaro por discurso de ódio contra Jean Wyllys

Na mesma viagem, o deputado federal aproveitou para dizer que o Brasil se livrou do socialismo com a eleição de seu pai, Jair Bolsonaro e foi exaltado pela anfitriã Toni Kramer.

No seu twitter pessoal, Eduardo Bolsonaro postou uma foto ao lado de Steve Bannon, um dos principais assistentes de Donald Trump durante as eleições, sendo diretor executivo da campanha.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.