Tamanho do texto

Deputado federal afirmou em post no Twitter que áudios da conversa entre Jair Bolsonaro e Gustavo Bebianno mostraram presidente mais forte e seu irmão Carlos Bolsonaro com "moral absurdamente alta" com a sociedade

Eduardo Bolsonaro disse que seu irmão Carlos está com a
Reprodução
Eduardo Bolsonaro disse que seu irmão Carlos está com a "moral absurdamente alta"


Depois de três dias do vazamento dos áudios de uma conversa de WhatsApp entre Jair Bolsonaro e o ex-ministro Gustavo Bebianno, o filho do presidente e deputado federal, Eduardo Bolsonaro, usou o seu perfil de twitter para comentar o caso e viu o “lado bom” de toda a polêmica. Segundo o parlamentar, o episódio só serviu para deixar o presidente mais forte e mostrar que a “moral de Carlos Bolsonaro está absurdamente alta”.

Leia também: Em telefonema "acidental", presidente pede que Onyx faça acordo com Bebianno

“Os áudios vazados só comprovaram que Jair Bolsonaro é o mesmo em público e na sua vida particular. Toda vez que a imprensa acha que vai derrubá-lo é ele que sai mais forte. Mas este caso teve uma peculiaridade: no mundo real a moral de Carlos Bolsonaro está absurdamente alta”, escreveu Eduardo Bolsonaro .

Os áudios divulgados pela revista Veja na última terça-feira desmentem Jair Bolsonaro e Carlos Bolsonaro , que teriam dito que Bebianno não tinha conversado com o presidente enquanto mesmo estava hospitalizado. Na conversa, os dois falam sobre viagens do ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, a polêmica sobre ‘candidaturas laranjas’ do PSL no tempo em que Bebianno era presidente interino do partido e sobre a presença de jornalistas da Globo no Planalto.

Leia também: Bebianno diz que não vai atacar Bolsonaro: “Nosso presidente é um homem correto”

Na segunda-feira, Gustavo Bebianno foi demitido por Bolsonaro, sendo o primeiro ministro exonerado no governo. Em entrevista à rádio Jovem Pan um dia depois, o ex-ministro afirmou que não tinha uma boa relação com Carlos Bolsonaro e que o filho do presidente foi o responsável por sua demissão.

Leia também: Porta-voz escapa de perguntas sobre áudios vazados entre Bebianno e Bolsonaro 

Vereador no Rio de Janeiro, Carlos Bolsonaro não tem um cargo no Planalto, mas funciona como um espécie de “porta-voz” do pai, Jair Bolsonaro, nas redes sociais. O próprio presidente já destacou a qualidade de seu terceiro filho com a tecnologia.

Eduardo Bolsonaro está em seu segundo mandato como deputado federal. Nas eleições de 2018, o parlamentar foi o mais votado em São Paulo, com mais de 1,8 milhões de votos.