Tamanho do texto

Ex-diretor de Controle de Efetivos e Movimentações do Exército ficará responsável por fazer a reforma agrária e o ordenamento fundiário do País

Novo presidente o Incra já foi comandante da 11ª Região Militar e diretor de Controle de Efetivos e Movimentações
Reprodução
Novo presidente o Incra já foi comandante da 11ª Região Militar e diretor de Controle de Efetivos e Movimentações

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) anunciou hoje (9), por meio de sua conta no Twitter, o nome do novo presidente do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra). O escolhido pelo presidente foi o general Jesus Corrêa.

Leia também: Bolsonaro vai assinar decreto de indulto humanitário a presos

“Tenho a satisfação de anunciar o General de Exército Jesus Corrêa como novo Presidente do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária ( Incra )”, escreveu o presidente na rede social.

Desde as mudanças promovidas pelo governo na estrutura ministerial com a Medida Provisória (MP) 870/19, o Incra, responsável por executar a reforma agrária e realizar o ordenamento fundiário no país, passou ficar subordinado ao Ministério da Agricultura.

Leia também: Em nota, Bolsonaro lamenta incêndio no CT do Flamengo: "Triste tragédia"

O novo presidente o Incra já ocupou as funções de comandante da 11ª Região Militar e de diretor de Controle de Efetivos e Movimentações do Exército .

Mudanças na CNH

Ministro da Infraestrutura propõe a ampliação do prazo de validade da CNH e o fim da exigência de simuladores
Marcelo Camargo/Agência Brasil
Ministro da Infraestrutura propõe a ampliação do prazo de validade da CNH e o fim da exigência de simuladores

O presidente também tuitou a respeito das declarações do ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, de promover mudanças nos procedimentos para tirar a Carteira Nacional de Habilitação (CNH). Entre as mudanças, estão a ampliação do prazo de validade da  CNH e o fim da exigência de simuladores em autoescolas.


Em outra postagem, o presidente compartilhou um vídeo do jornalista Carlos Nascimento, do SBT. No vídeo, o jornalista comenta ter recebido uma ligação de Bolsonaro após a fisioterapia. Nascimento afirmou que o presidente pareceu disposto e disse que pretende sair do hospital na terça-feira (12), desde que os médicos concordem.


Quadro médico

Neste sábado (9), Bolsonaro acordou se sentindo bem, tomou um chá e comeu gelatina como primeira refeição do dia
Reprodução
Neste sábado (9), Bolsonaro acordou se sentindo bem, tomou um chá e comeu gelatina como primeira refeição do dia

Bolsonaro permanece internado na Unidade Semi-Intensiva do Hospital Albert Einstein, em São Paulo. Segundo a assessoria da Presidência, ele acordou se sentindo bem, tomou um chá e comeu gelatina como primeira refeição do dia. Também realizou uma caminhada e exercícios de fisioterapia pela manhã.

Leia também: Bolsonaro acorda bem e não tem compromissos neste sábado, diz assessoria

O presidente não tem compromissos agendados para o fim de semana.


*Com informações da Agência Brasil

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.

    Notícias Recomendadas