Tamanho do texto

Mesmo hospitalizado, presidente ficou sabendo da nova condenação de Lula na Lava Jato e postou a notícia em seu twitter pessoal, sem comentar o fato

Jair Bolsonaro postou foto mostrando a condenação de Lula na Lava Jato
Isac Nóbrega/PR
Jair Bolsonaro postou foto mostrando a condenação de Lula na Lava Jato


Ainda se recuperando de uma cirurgia para retirada de uma bolsa de colostomia no Hospital Albert Einstein, em São Paulo, o presidente Jair Bolsonaro usou o seu perfil no Twitter para destacar a segunda condenação de Lula na operação Lava Jato. Nesta quarta-feira (6), o ex-presidente foi condenado a 12 anos e 11 meses de prisão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro no caso do sítio de Atibaia.

Leia também: Exames apontam melhora e aumento na movimentação intestinal de Bolsonaro

 Ao contrário do que fez no dia em que Jean Wyllys anunciou que renunciaria ao seu mandato e deixaria o País, Jair Bolsonaro apenas postou uma foto com a condenação de Lula, sem fazer qualquer comentário a respeito.

Em sentença de 360 páginas, a magistrada entendeu que Lula praticou o crime de lavagem ao supostamente ter sido beneficiado por valor superior a R$ 1 milhão empregado em reformas realizadas pela Odebrecht e pela OAS no sítio Santa Bárbara, frequentado pelo ex-presidente e por sua família no interior de São Paulo. O imóvel, no papel, pertence ao empresário Fernando Bittar, que também foi condenado.

 Em seguida, o presidente usou o Twitter para destacar tweets de seus ministros, bem como comentar da importância do turismo consciente para a preservação do meio ambiente, uma das propostas do ministro Ricardo Salles.

Leia também: Grupo afirma que ataque à embaixada do Brasil em Berlim foi ato contra Bolsonaro

Eleito presidente vencendo o PT de Fernando Haddad no segundo turno, Bolsonaro é um franco opositor do ex-presidente, bem como de sua sucessora, Dilma Rousseff. O voto anti-PT foi pedido por ele durante as eleições. O capitão reformado também fazia questão de afirmar que Haddad era "um poste" de Lula, que já estava preso na Superintedência da Polícia Federal, em Curitiba.

Leia também: Bolsonaro faz videoconferência com ministro e tem show particular no hospital 

O presidente Jair Bolsonaro segue internado, mas apresenta melhora. Os últimos boletins médicos indicam que o intestino já funciona bem e o paciente já faz atividades de fisioterapia. Não há, ainda, uma previsão de alta.

    Leia tudo sobre: Lula
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.