Tamanho do texto

Em mensagem publicada hoje cedo no Twitter, o presidente da República diz que é preciso seguir "um dia de cada vez"; ele passou por cirurgia em janeiro

Jair Bolsonaro disse que 'há um gigantesco diferencial entre informar com imparcialidade e fazer militância maldosa'
Reprodução/Twitter
Jair Bolsonaro disse que 'há um gigantesco diferencial entre informar com imparcialidade e fazer militância maldosa'

O presidente da República Jair Bolsonaro garantiu, nesta terça-feira (5), que está em "plena evolução" e "feliz" em compartilhar este sentimento com todos os brasileiros. A mensagem, que foi publicada em sua conta oficial no Twitter, também fez uma crítica à cobertura jornalística a respeito do seu estado de saúde. 

Leia também: Congresso Nacional tem mensagem de Bolsonaro lida na primeira sessão do ano

“Há um gigantesco diferencial entre informar com imparcialidade e fazer militância maldosa. Meu estado de saúde neste momento encontra-se em plena evolução e estou feliz em compartilhar este sentimento com todos!", escreveu Jair Bolsonaro . "Um dia de cada vez! Uma excelente terça-feira a todos”, publicou.

Também nesta terça-feira, Bolsonaro completa 11 dias de internação no Hospital Albert Einstein, em São Paulo, após a cirurgia para reconstrução do trânsito intestinal. Essa foi a terceira cirurgia do presidente depois da facada que tomou no ano passado, ainda durante a sua campanha presidencial.

Leia também: Jair Bolsonaro acorda "bem e animado" após uso de sonda, de acordo com filho

Nesta segunda-feira (4), o porta-voz da Presidência da República, Otávio do Rêgo Barros, informou que Bolsonaro foi submetido a tratamento com antibióticos após apresentar elevação da temperatura -37,3 °C – e alteração de alguns exames laboratoriais, o que pode indicar processo infeccioso.

Antes prevista para esta semana, a alta médica de Bolsonaro foi adiada em pelo menos sete dias. Isso porque exames de imagem mostraram uma "coleção líquida" ao lado do intestino na região da antiga colostomia, segundo o último boletim médico.

O presidente está internado em unidade de cuidados semi-intensivos. Ele permanece em jejum oral, com sonda nasogástrica e nutrição parenteral (endovenosa) exclusiva.

Leia também: Em recuperação, Bolsonaro é 'proibido' de assistir a Palmeiras x Corinthians

Apesar disso, Jair Bolsonaro assumiu o exercício do cargo há alguns dias e, mesmo do hospital, está despachando, como presidente da República. Do lado de fora da unidade médica, o vice-presidente Hamilton Mourão tem comandado reuniões ministeriais e representado o chefe de estado em celebrações oficiais. 

* Com informações da Agência Brasil.