Tamanho do texto

Presidente foi repreendido pelos médicos por reunião por videoconferência com general Augusto Heleno; Bolsonaro passará fim de semana em repouso

Palmeirense, presidente Jair Bolsonaro participou de festa no campeão brasileiro de 2018
Lucas Figueiredo/CBF - 2.12.18
Palmeirense, presidente Jair Bolsonaro participou de festa no campeão brasileiro de 2018

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) passou por avaliação médica na manhã deste sábado (2) e obteve bons resultados. Bolsonaro, no entanto, não deve despachar durante o final de semana, que ficou reservado para repouso. O presidente, que é palmeirense, também foi proibido de assistir ao jogo entre Palmeiras e Corinthians pelo Campeonato Paulista nesta tarde para "evitar emoções".

Leia também: Bolsonaro começa a recuperar movimentos intestinais, quatro dias após cirurgia

Nessa sexta-feira (1ª), Jair Bolsonaro teve uma reunião por videoconferência com o ministro da Segurança Institucional , general Augusto Heleno. Apesar de a conversa ter durado apenas dez minutos, a equipe médica do presidente o repreendeu pelo esforço.

Segundo a assessoria de imprensa da Presidência da República, se houver liberação médica, o presidente deve receber alguns ministros no hospital em que está internado na próxima semana. O general Augusto Heleno e o vice-presidente Hamilton Mourão devem ir a São Paulo para se reunir com o presidente .

Bolsonaro também foi desaconselhado a assistir televisão, por isso, acompanhou apenas uma parte das eleições para as mesas diretoras da Câmara e do Senado, que ocorreram nesta sexta-feira (1ª).

Rodrigo Maia foi reeleito presidente da Câmara e Bolsonaro o parabenizou por meio de mensagem em rede social, mas não telefonou para o parlamentar, seguindo recomendações médicas.

A sessão do Senado foi suspensa e retomada na manhã de hoje. De acordo com os assessores do presidente, o cumprimento ao novo presidente do Senado também deve ocorrer por meio de rede social.

Bolsonaro passou por uma cirurgia para a reconstrução do trânsito intestinal e retirada da bolsa de colostomia. A orientação é de que o presidente evite falar para prevenir a concentração de gases na região abdominal, o que pode prejudicar a recuperação. Esta foi a terceira operação a que foi submetido desde que foi atacado durante ato de campanha em Juiz de Fora (MG), em setembro do ano passado.

Leia também: Primeiro mês de governo Bolsonaro é marcado por otimismo econômico e polêmicas

Jair Bolsonaro está no Hospital Albert Einstein, em São Paulo, acompanhado da mulher, Michelle, e do filho Carlos. Ele segue fazendo fisioterapia respiratória e motora e exercícios. A alimentação se dá de forma intravenosa. Um novo boletim médico deve ser anunciado às 17h.

*Com informações da Agência Brasil

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.

    Notícias Recomendadas