Tamanho do texto

Major Vitor Hugo se elegeu pelo PSL em Goiás; parlamentar será responsável por articular com as bancadas aliadas votações de interesse do governo

Novo líder do governo na Câmara é o Major Vitor Hugo, eleito deputado federal por Goiás
Reprodução/ Twitter
Novo líder do governo na Câmara é o Major Vitor Hugo, eleito deputado federal por Goiás

O deputado federal Major Vitor Hugo (PSL-GO), de 41 anos, será o líder do governo na Câmara. A escolha foi anunciada nesta segunda-feira (14) pelo presidente Jair Bolsonaro em sua conta pessoal no Twitter. O parlamentar, que cumprirá seu primeiro mandato a partir de fevereiro, tem dito aos mais próximos que seu ingresso na vida política foi incentivado pelo presidente da República.

Leia também: Bolsonaro concordou em manter país no Acordo de Paris, diz ministro

“Comunico que a Liderança do Governo na Câmara será exercida pelo Deputado Federal Major Vitor Hugo (PSL-GO), advogado e consultor legislativo concursado desde 2015”, escreveu Bolsonaro. O Major Vitor Hugo também usou o Twitter para agradecer, em seguida, sua escolha para líder do governo na Câmara

“Força, presidente. Vamos juntos construir uma nova relação entre Executivo e Legislativo. O país precisa avançar nessa direção. Discussões em torno de ideias, independência a harmonia. Muito obrigadao pela confiança”, escreveu  Major Vitor Hugo .

Leia também: Bolsonaro demite indicados de Temer ao DNIT tira obrigação de sabatina no Senado

Em sua biografia, o parlamentar aparece como major da reserva do Exército, consultor da Câmara dos Deputados , especialista em segurança pública e “apaixonado por Goiás”. Menciona vários cursos na área militar, inclusive com passagens no Maneuver Center of Excellence, Exército dos Estados Unidos da América (Fort Benning, Geórgia, Estados Unidos).

Leia também: Decreto sobre posse de armas será divulgado na terça-feira, informa Casa Civil

Na sua página no Facebook, o novo líder do governo na Câmara é descrito com “particular interesse no que diz respeito à defesa nacional, ao direito público e às relações internacionais”. Na Câmara, ele será responsável por articular com as bancadas aliadas votações de interesse do governo, o major também poderá participar dos trabalhos das comissões e fazer uso da palavra durante as sessões.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.