Tamanho do texto

Deputado afirmou que desativou a conta porque estava cansado do "politicamente correto", mas uma usuária do Twitter deu outra explicação

Alexandre Frota, eleito deputado federal pelo PSL em São Paulo
Reprodução/Wikipedia
Alexandre Frota, eleito deputado federal pelo PSL em São Paulo

O deputado federal eleito por São Paulo Alexandre Frota (PSL) desativou sua conta no Twitter nessa quarta-feira (2), explicando vagamente o motivo. No entanto, algumas horas depois, uma internauta apareceu revelando uma 'pegadinha' que pode ter levado o político a se desligar da rede social.

Leia também: Frota é condenado a pagar R$ 295 mil a Jean Wyllys por fala falsa de pedofilia

"Conta desativada. Não tenho interesse nenhum em ficar no politicamente correto. #chega a direita é frouxa e aqui no Twitter tudo é racismo, assédio, apologia, xenofobia, cansei. Lutem vocês e cuidem da vida de vocês", escreveu Alexandre Frota

Depois, o deputado desativou sua conta e escreveu na descrição: "O Brasil politicamente correto é uma merda. Sou anti PT. Conta desativada. Lutem vocês vou assistir". No entanto, uma internauta surgiu com outra explicação, que mostra que o motivo do deputado ter deixado a rede social pode ter sido outro. 

Segundo a internauta, Frota publicou um tweet com um link para o seu site oficial: "alexandrefrotaoficial.com". Porém, por um erro de digitação, o deputado trocou a palavra "oficial" por "ofocial". Outro usuário, cujo nome não foi divulgado, comprou o domínio deste site 'falso'. 

Leia também: Alexandre Frota denuncia a presença de um “petista” na equipe de transição

Quem clicava no link, que estava disponível na própria página de Frota, era redirecionado para uma pesquisa no Google que diz "Alexandre Frota crime". O resultado da busca é uma lista de reportagens sobre o deputado poder ser preso por não ter pagado pensão e outros processos em que ele está envolvido.

"Vocês imaginam o quanto estávamos rindo, eu e X [o usuário que comprou o domínio], nesta hora porque claro que muita gente chegou no site clicando no Twitter do deputado, ou seja, as pessoas estavam se informando sobre falcatruas com um link vindo diretamente do perpetrador das falcatruas", disse a internauta. 

Ela publicou uma foto que mostra o link do site "errado" na descrição do Twitter do deputado, o que levou muitas pessoas a lerem notícias que "degradavam" a imagem de Frota por meio de sua própria conta.

O site
Reprodução/Twitter
O site "falso" usado pelos internautas no Twitter de Alexandre Frota















Leia também: Diplomação em SP é marcada por briga entre Alexandre Frota e filiado do PSOL

A internauta lembra que tudo foi feito dentro da lei, pois o usuário, a quem ela chama de "X", comprou o domínio do site e colocou links de notícias reais envolvendo Alexandre Frota.

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.