Tamanho do texto

Atual presidente acredita que deputados e senadores não vão atrapalhar os planos de Jair Bolsonaro se as propostas forem para o bem e futuro do País

Michel Temer disse que acredita no sucesso de Bolsonaro na lida com o Congresso
TV Brasil/Reprodução
Michel Temer disse que acredita no sucesso de Bolsonaro na lida com o Congresso


Michel Temer defendeu que o novo governo adote o multilateralismo em sua política externa. Em entrevista à TV Brasil, o emedebista falou sobre o período da presidência e defendeu sua política tanto dentro do País, como na relação com o exterior. Ele aproveitou para falar que espera que Jair Bolsonaro aprove as reformas necessárias para o futuro dos brasileiros.

Leia também: Temer se vangloria por governo e pede torcida por "sucesso do governo Bolsonaro"

 “O Congresso tem consciência da necessidade do país. Não vai atrapalhar; vai aprovar o que for importante”, disse Michel Temer .

 Ele destacou que Bolsonaro já está conversando com as bancadas partidárias. Para Temer, mesmo os novos eleitos, que nunca foram políticos, “logo se aclimatarão e votarão positivamente ao que interessar ao povo brasileiro.”

Leia também: Governo cria plano nacional para combater a violência contra mulheres

Temer afirmou ainda que o multilateralismo é uma das exigências da globalização. Para ele, o isolacionismo pode até funcionar para países como os Estados Unidos, que detêm força política e econômica. “Não somos os Estados Unidos; e não temos o mesmo poder”, observou. 

Michel Temer diz que deixa um bom legado para Bolsonaro 

Bolsonaro e Michel Temer fizeram um pronunciamento coletivo para simbolizar o início da transição de governo
Wilson Dias/Agência Brasil - 7.11.2018
Bolsonaro e Michel Temer fizeram um pronunciamento coletivo para simbolizar o início da transição de governo


O atual presidente mostra otimismo com o próximo governo e, segundo ele, Bolsonaro vai governar um País que está entrando no eixo, sobretudo com as melhoras econômicas e apoio das bancadas.

Temer aponta como legado de seu governo a queda da inflação e dos juros, a valorização das estatais, além da reforma trabalhista. Na área de meio ambiente, destacou a criação de reserva marinha e da ampliação dos parques nacionais.

Leia também: Governo Temer recomenda Bolsonaro a adiar o reajuste de servidores públicos

Jair Bolsonaro se reuniu com Temer no início do mês de novembro para dar início à transição. Na época, o presidente eleito afirmou que vai lutar para que uma reforma da Previdência seja aprovada, mas com diferenças em relação à proposta pelo seu antecessor.

O emedebista prometeu deixar as portas abertas para  o presidente eleito e deixou também os ministros disponíveis para dar as informações que forem solicitadas.

Vice de Dilma Rousseff, Michel Temer assumiu a presidência após o impeachment da petista, em 2016. Desde então, o político enfrentou denúncias de corrupção, conseguiu aprovar as reformas trabalhistas e do Ensino Médio, além de instituir um teto de gastos para serviços públicos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.